terça-feira, 12 de setembro de 2017

Comunidade Oruro/Bolívia



Temos a alegria e satisfação em poder dar continuidade ao trabalho de apoio escolar para crianças com dificuldades de aprendizagem. Este trabalho está sendo realizado em nossa casa, da qual procuramos acolher as crianças mais pobres e necessitadas de ajuda.
Para beneficiar as crianças mais necessitadas, abrimos a possibilidade em acolher também seus irmãos menores, uma vez que nesta realidade Orurenha as crianças maiores necessitam cuidar de seus irmãos menores para que seus pais possam trabalhar. E, muitas vezes estas crianças ficam na rua ou em casa sozinhos sem nenhuma assistência familiar para cumprir com seus deveres escolares e muito menos aproveitar da sua fase de ser e viver como crianças, uma vez que desde a tenra idade necessitam assumir compromissos que caberiam aos pais.
Atualmente atendemos crianças de 2 a 12 anos, 3 vezes por se semana, no período da tarde. Contamos particularmente com a ajuda da Divina Providencia que vem em nosso socorro sempre que necessitamos, pois dependemos da ajuda de voluntários e aqui 'e sempre um grande desafio contar com a ajuda comprometedora das pessoas. Porem, temos conosco a jovem Paola Maribel, da qual está fazendo experiência em nossa casa, e da professora Nanci, uma senhora já aposentada que vive a espiritualidade de Chiara Lubich, da qual foi minha professora de espanhol. Assim formamos duas turmas de crianças: a sala dos menores, irmãos das crianças que fazem apoio escolar e a outra com as crianças e adolescentes que necessitam de ajuda escolar.
'E uma grande alegria poder ver o sorriso no rosto de cada criança quando tem a possibilidade de brincar e ser criança; 'e uma grande felicidade quando podemos partilhar do pouco que temos para oferecer a estas crianças, das quais muitas delas não têm nada para comer em suas casas; 'e uma satisfação ouvir as crianças falarem que gostam de ficar em nossa casa, de brincar, de correr e que não tem vontade de ir embora.
Procuramos oferecer o melhor a estas crianças, e para isso contamos com a ajuda de muitas pessoas, das quais foram nossos benfeitores para que pudéssemos organizar um ambiente acolhedor e agradável. Agradeço as irmãs do Brasil, minha família e as amigas benfeitoras de Primavera do Leste e Criciúma /SC que com tanta generosidade serviram e ajudaram com suas doações. E também alguns amigos, benfeitores da Polônia.
Nossa comunidade de Oruro, além de tudo, também contribui com as vendas dos bolinhos no mercado publico de nosso bairro. Assim, com esta pouca renda que entra podemos fazer o "milagre da partilha", "O banquete da alegria".
Agradeço imensamente pela generosidade da Ir. Olga Caceres e da jovem Paola Maribel que uma vez por semana se colocam a disposição com tanta alegria para vender estes bolinhos. E agradeço imensamente a Deus que me deu a oportunidade de preparar-me e aprender para depois servir com os dons que Deus me deu, ainda estando na Polônia. Mas, este amor pela cozinha, a criatividade, o sabor de fazer tudo com carinho devo imensamente a nossas irmas polonesas e a elas quero agradecer: Ir. Maria Lisiecka, Monika wronska, Aleksandra Soltysiak, Barbara Jagla, Jolanta e Miroslawa W. Irmãs queridas, saibam que o tempo precioso em que vivenciei com vocês aí na Polônia, foi uma oportunidade única, uma grande graça de Deus. Saibam que a forma como vocês faziam as coisas, especialmente no que diz respeito aos dotes culinários me contagiou e me ajudou a tomar conhecimento deste dom escondido que estava dentro de mim. Por causa de vocês posso colocar meus dons a serviço, criando e fazendo tudo com grande amor. Uma coisa é certa nesta vida: tem sempre alguém nos observando, e neste ato de observação alguém pode estar aprendendo ou desaprendendo conosco. Irmãs podem ter certeza que aprendi muito de cada uma de vocês e sou muito grata por tudo.
Digo sempre: Polônia para mim foi um grande doutorado que me preparou para o campo da prova que se chama Oruro/Bolívia.





Ir. Valeria Aparecida de Freitas Curado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Celebração do Centenário da Congregação das Irmãs Ursulinas CJA

No dia 28 de julho de 2019, na capela da Casa-Mãe e o Santuário de Santa Úrsula Ledóchowska, em  Pniewy, realizou-se a cerimônia, que ...