quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Celebração do Centenário da Congregação das Irmãs Ursulinas CJA


No dia 28 de julho de 2019, na capela da Casa-Mãe e o Santuário de Santa Úrsula Ledóchowska, em  Pniewy, realizou-se a cerimônia, que unia em si dois importantes acontecimentos para a Congregação das ursulinas cinzentas -  a conclusão do 17º Capítulo Geral da Congregação das Ursulinas CJA e a abertura do Ano da Celebração do 100ºAniversário da Congregação...

A solene Eucaristia foi presidida pelo Núncio apostólico para a Polônia, o arcebispo Salvatore Pennacchio, a quem nos transmitiu as saudações e bênção do Papa Francisco. O ambiente era especial – a presença das delegadas ao capítulo de todos os países em que vivem e trabalham as ursulinas cinzentas permitiu sentir a unidade e união em celebração juntas e alegremente o centenário da existência da Congregação. A capela decoraram as bandeiras de todos os países do nosso apostolado, e a procissão com as ofertas dirigiram as irmãs de Tanzânia com a dança e canto.
Nesta primeira oração jubilar uniram-seconosco: o prefeito de Pniewy e as pessoas que o acompanhamo: o bispo Damian Bryl, o Pe. Decano Dean Konrad Jędrzejczak e os sacerdotes de Pniewy, os amigos da Comunidade de Pniewy e as irmãs das casas circundantes.
O núncio, a quem visitou a Casa-Mãe da Congregação e o Santuário de Santa Úrsula pela primeira vez,  partilhou a sua alegria por ter esta oportunidade, citando o evento que acontceu também 100 anos atrás, quando seu antecessor, o primeiro Núncio Apostólico na Polônia - o arcebispo Achille Ratti - em outubro de 1920, visitou pela primeira vez o jovem ramo ursulino, recém criado...
Como mencionou em sua homilia o Núncio Apostólico, depois de 100 anos temos a oportunidade de uma grande gratidão. O Capítulo Geral recém concluído está dando os  novos incentivos para reavivar a missão da congregação no espírito e no carisma deixado pela Santa Úrsula que, com a sua vida e ação, especialmente no campo da educação, tornou-se um exemplo de uma pessoadas bem-aventuranças, um exemplo de seguir corajosamente Jesus e do desejo contínuo de santidade - para dar Deus aos outros.
Depois da Eucaristia o solene encontro foi coroado com o agape comum - talvez como cem anos atrás – bem simples, familiar e com alegria– com o representante do próprio Papa.
Assim começou o centésimo ano da Congregação. Tendo na memória e no coração as palavras da Madre Fundadora escritos na Historia da Congregação,entramos nele com a confiança no coração, com a confiança sem limites com que Deus nos guia, porque Ele mesmo quis esta nossa Congregação, que o Divino Coração de Jesus nos vigia, que nossa Fulgurante Estrela do Mar com os seus raios maravilhosos, sempre iluminará o nosso caminho, que a Providência Divina nunca esquecerá de nós, que no futuro nos protegerá, assim como nos protegeu desde o primeiro momento.




Encerramento do 17º Capítulo Geral da Congregação



Envio das delegadas participantes do Capítulo.
Dia 28 de julho de 2019, na última sessão do capítulo, após a aceitação dos relatórios escritos por todos os participantes e estabelecimento das direções de trabalho da congregação delegado à superiora geral e seu conselho, m. Beata Mazur anunciou o encerramento do capítulo. Em seguida, as irmãs dirigiram-se ao sarcófago de Sta. Úrsula, onde após a oração teve lugar o solene envio e, todos os centros, países onde as ursulinas cinzentas trabalham, receberam a vela - o sinal de Fogo que queremos levar.
No encerramento do Capítulo as participantes dirigem-se às irmãs numa carta específica...
Queridas irmãs,
Está chegando o final do 17º Capítulo Geral, realizada

desde o dia 12 de julho em nossa Casa-Mãe e ao mesmo tempo no Santuário de Sta. Madre Fundadora, em Pniewy. Enviamos-lhes hoje ossinais bem calorosas e fraternas da nossa proximidade. Sobre a eleição de um novo Conselho da Congregação já as irmãs souberam de alguma formas. No dia 20 de julho, m. Beata Mazur tornou-se a nona superiora geral, ou seja, a oitava sucessora da Madre Fundadora. O seu Conselho foi composto por: ir.Teresa Ivan, ir. Bogumiła Młynarczyk, ir. Incoronata Lemmo e ir. Danuta Sakowicz.
O Capítulo Geral é para nós uma bela experiência de internacionalidade e de unidade na diversidade. Somos aqui 46 irmãs de 9 países. A delegação da Tanzânia é essencialmente mais numerosa. Além disso, a ir. Wioletta Sobiesiak representa as Filipinas, foi convidada como tradutora, e na segunda parte do capítulo  uniram-se ainda: ir. Agata Cul (como tradutora) e a ir. Barbara Ogieniewska da Finlândia. Essas são quase todas as regiões do mundo, onde procuramos servir a Deus e às pessoas de acordo com nosso carisma, concentrado em torno do Coração de Jesus Agonizante na cruz por amor a cada ser humano. De acordo com dados estatísticos apresentados no relatório do Conselho, a Congregação conta atualmente com cerca de 750 irmãs das 15 nacionalidades (incluindo aproximadamente 500 polonesas) vivendo em 88 comunidades em 14 países nos cinco continentes.
O 17 º Capítulo Geral  teve inicio na sexta-feira, dia 12 de julho, com a Missa às 18:00 h. Pedimos, juntamente com as irmãs da Comunidade de Pniewy, que o Espírito Santo nos acompanhasse nos dias que se seguissem durante a tomada das decisões importantes. Em seguida realizou-se a 1ª sessão na qual m. Franciszka Sagun abriu oficialmente os debates e o capítulo foi constituído. Foram-nos apresentadas algumas cartas com as felicitações enviadas pelos Bispos das dioceses, onde realizamos a nossa missão.
No sábado, domingo e segunda-feira vivemos tempo de recolhimento e oração, para preparar os corações e mentes para o trabalho que se seguisse. Estava nos acompanhado o Padre Tomasz Nowak OP. De acordo com a tradição, os três dias de retiro terminou com as duas horas de adoração do Santíssimo Sacramento, na segunda-feira, dia15 de julho.
A partir de terça-feira, dia 16 de julho, continuamos os debates. Nos primeiros dias o Conselho cedente apresentou fim o relatório do último sexênio. Em seguida recebeu o absolutório do Capítulo. Agradecemos bem calorosamente para a madre Franciszka e para o conselho geral cedente pelo enorme esforço na direção da Congregação do seu ministério e pelos bons frutos bem visíveis. Ouvimos também o resumo preparado pelos centros de acordo com as pesquisas realizadas nas comunidades, para ilustrar nossas vidas no sentido espiritual, comunitário e apostólico. Esta etapa encerramos  na sexta-feira, dia 19 de julho.
No sábado, dia 20 de julho ocorreu a eleição da superiora geral, precedida pela adoração do Santíssimo Sacramento na sexta-feira, durante três horas. À eleição presidiu um representante do Arcebispo de Poznań Stanisław Gądecki  - Padre Dr. Rafał Pajszczyk.
As participantes do capítulo foram as primeiras a expressar a obediência à m. Beata. Em seguida, teve lugar a cerimônia de instalação da nova superiora geral na capela em Pniewy, unida com o ato da profissão de fé e a obediência da comunidade da Casa-Mãe. A madre Beata Mazur disse, entre outras coisas: Estou aberta ao Espírito Santo e estou contando com o caminho comum que Deus designa hoje, agora, nesta realidade, para que estivéssemos para hoje, para a Igreja e o homem modernos. Obrigada pela confiança... Caminhemos juntas, olhando no Coração de Jesus, juntamente com a Sta. Úrsula e todas as ursulinas que estão no céu. Porque "quem como Deus!"- isto está me assegurando... Amemo-nos mutuamente, isso é tão importante e, sirvamos como suporte umas para as outras no caminho comum!
No dia seguinte, no domingo 21 de julho, realizaram-se as eleições do conselho geral.
A partir da segunda-feira, dia 22 de julho começamos a próxima etapa dos trabalhos. As próximas sessões preencheu o debate sobre as propostas enviadas pelas irmãs.
O capítulo recebeu 107 propostas, tocando com elas vários assuntos importantes relativas à nossa lei religiosa e associados a nossa vida e apostolado. Tentamos tratar cada proposta com igual cuidado. A madre Beata na circular póscapitualr informará as irmãs sobre as decisões tomadas e as soluções sugeridas.
As noites da segunda semana do capítulo foram dedicadas à apresentação da vida e apostolado dos vários centros. Estamos impressionados com a beleza e a bondade, que está acontecendo em muitos lugares do mundo graças ao pleno ardor e serviço das nossas irmãs dedicado em condições às vezes muito simples.
O capítulo tem também como tarefa refletir sobre o estado espiritual e as atividades da congregação e indicar a direção de trabalho e empenho para atender as necessidades da Igreja e do mundo de hoje. Na sala dos debates temos sempre diante dos olhos o lema escrito em várias línguas: "Que em nossos corações queime o fogo do amor". No quadro escrevemos as palavras-chaves inspiradas pela partilha durante vários dias, entre outras: "A renovação através de volta às raízes: da Madre Fundadora"; "Com Jesus para o homem dos tempos modernos"; "Internacionalidade - intercâmbio"; "Escuta, discernimento, gratidão"; "Abertura, acompanhamento"; "Humildade, fidelidade"; "Abandono"; "Harmonia entre o apostólica e a vida espiritual da Comunidade"; "O Coração de Jesus Agonizante no centro"; "Abertura às novas formas de evangelização"; "Pastoral familiar"; "As irmãs aposentadas"; "Percebamos o bem a alegremo-nos com ele"; "Sejamos sinalno qual se pode acreditar". Desta tempestade de penamentosirão aparecer as prioridades, que a Congregação vai assumir para os próximos anos.
O tempo do nosso trabalho está chegando ao fim. A conclusão do capítulo geral será, ao mesmo tempo, o início das comemorações do 100º aniversário da Congregação. No domingo, dia 28 de julho, às 17:00h celebrará a Missa o núncio, o arcebispo Salvatore Pennacchio, na capela do Santuário de Santa Úrsula.
Durante o capítulo sentimos a oração de toda a Congregação. Agradecemos por isso muito às irmãs. Pedimos que continuem orando nas intenções da m. Beata e seu Conselho, mas também por toda a Congregação, pela Igreja universal e pelas Igrejas locais, da qual fazemos parte, pelos ambientes onde vivemos, as pessoas às quais servimos, e pelo dom de novas vocações.
Reunidas junto à Sta. Úrsula-participantes do 17º Capítulo Geral .

Pniewy, 27 de julho de 2019

Madre Beata Mazur, Superiora Geral das Irmãs Ursulinas do Coração de Jesus Agonizante.




 No dia 20 de julho de 2019 foi eleita a Superiora Geral da Congregação das Irmãs Ursulinas do Coração de Jesus Agonizante durante o 17º Capítulo Geral da nossa Congregação. Durante a sessão, que foi presidida pelo representante do Arcebispo Stanislaw Gadecki, ks. dr.RafaełPajszczyk, foi eleita a nona superiora geral na história da Congregação, – m. Beata Mazur, superiora de longos anos de nossas casas e do centro de Varsóvia...




A Madre Beata tem 51 anos de idade, provém de Glisno perto de Lubniewic, na voivodia de Lubusk. Para a nossa Congregação ingressou no ano de 1988. Os primeiros votos realizou em Pniewy no dia 15 de agosto de 1990, os votos perpétuos no dia 6 de agosto de 1995. Por muitos anos trabalhou como catequista.

Após a eleição, as irmãs delegadas para o Capítulo manifestaram-lhe, por primeiras a sua obediência e, em seguida - na capela grande da Casa- Mãe, as irmãs da Comunidade de Pniewy. Após a cerimônia de posse e do Credo, a Madre Beata Mazur disse, entre outras coisas: Estou aberta ao Espírito Santo e estou contando com o caminho que Deus designa hoje, realizado em comum. Agora, nesta realidade, para que estivéssemos para o hoje, para a Igreja e o homem contemporâneo. Obrigado pela confiança... Caminhemos juntas, tenhamos os olhos fixos no Coração de Jesus, juntamente com a Sta. Úrsula e as ursulinas, que estão no céu. Porque, quem como Deus, isso me sustenta... Amemo-nos mutuamente, isso é tão importante e ajudemo-nos neste caminhar em comum! 

segunda-feira, 5 de agosto de 2019

Retiro para catequistas da Paróquia São Sebastião em Várzea Grande-MT-Brasil



A partir do dia 23.06 à 21.07 em cada domingo tenho, juntamente com a nossa querida Santa Úrsula, dia de retiro ou de recolhimento para os catequistas da nossa paróquia, que  de certa forma, serve como preparação deles para o 100 º aniversário da Congregação. Catequistas são organizados em vários grupos, porque eles são muitos aqui - cerca de 260. Assim podem aproveitar melhor usar o tempo de oração e reflexão com Deus usando textos bíblicos e textos da Fundadora.
O dia começa com o café partilhado às 07:30, Às 08:00 faço uma breve introdução ao primeiro momento de oração, que normalmente é curto, uns 30 minutos, depois são chamados por meio de uma música clássica para uma nova introdução, receber um novo texto e uma nova meditação da Madre Fundadora e, assim  retornar aos seus lugares de oração para próximos 45 minutos. Após, são chamados novamente para a introdução ao terceiro momento de oração - para uma hora de oração - em seus lugares de oração. Todo esse tempo é vivido em silêncio completo.
Após o terceiro momento de oração temos uma partilha da oração em grupos menores. Cerca de 10 pessoas para partilhar as graças da oração. Esta partilha é muito significativa para eles e é sigilosa, ou seja, os participantes do grupo acolhem a partilha do outro e permaneçam com ela. Sua própria experiência pessoal podem partilhar com outras pessoas, se quiser, mas o que eles receberam de outra pessoa no grupo é só para eles mesmos.
Depois dos grupos de partilha dirigimo-nos  à capela para a Celebrações da Palavra, com a possibilidade de receber a Eucaristia, com a qual culmina a parte da oração. No final conto-lhes os três milagres reconhecidos pela intercessão de Santa Úrsula e todos participantes recebem o livro "Fui apenas uma peça de xadrez...", isto é, a História da Congregação, que temos traduzido e editado pelas Paulinas. Este é um presente feito pela Paróquia.
Depois da Celebração da Palavra, cerca de 13:30 h vamos almoçar. O almoço é preparado por alguém da Comunidade e nos oferecido em forma de selvi servis. Na hora do almoço há recreação. Não temos mesas ou lugares especiais. Cada um/uma se serve e senta onde quer. Em seguida temos um pouco de descanso, conversa, alegria...  Mais ou menos às 15:00 participamos de brincadeiras ou dinâmicas preparadas pelas comunidades participantes , nos quais, todos devem participar de alguma maneira. Cada comunidade traz preparados 4-5 brincadeiras, para envolver o grupo.
Às 16:30h  tem um lanche e retorno para as suas casas.
No domingo, dia 14.04 foi apenas para catequistas jovens que já estão iniciado o seu serviço na catequese, mas não completaram  ainda de 18 anos de idade. No último domingo, isto é, dia 21 foi o último grupo que se beneficiou destes momentos de escuta do Senhor.
Em tudo beneficiaram-se 154 catequistas. Deus seja louvado por esta grande graça.
Quero agradecer aqui, de modo especial, para todas as irmãs do nosso Centro Latino Americano e as nossas irmãs doentes da Comunidade de Varsóvia que estão nos ajudando com a sua oração e sacrifícios. Temos também uma ajuda espiritual de 9 grupos de intercessão da RCC da nossa Paróquia e da Paróquia  vizinha  que rezam nas nossas intenções. Mas a maior gratidão quero expressar ao nosso Senhor e Deus e à nossa querida Madre  Fundadora.
s. Anna Klimczak








terça-feira, 9 de julho de 2019

O 17º Capítulo Geral da Congregação



Nos dias 12-28 de julho de 2019 na Casa-Mãe, em Pniewy, realizar-se-á o 17º Capítulo Geral da Congregação com a participação de delegadas de 11 países, representando  as comunidades de 14 países, onde a nossa Congregação está presente hoje.
O capítulo terá caráter avaliativo e eletivo. Vamos fazer o resumo final do sexênio. Queremos também considerar e determinar o desenvolvimento espiritual e atividades apostólicas de nossa comunidade religiosa, num espírito de fidelidade a Deus na Sua Igreja, ao carisma da Congregação, a herança deixada-nos por Santa Úrsula Ledóchowska, nossa Fundadora e num espírito de fidelidade ao homem do nosso tempo.
A todos os visitantes do nosso bloog pedimos a oração para este evento importante para todos nós e desde já  agradecemos.

Celebração do Centenário da Congregação das Irmãs Ursulinas CJA

No dia 28 de julho de 2019, na capela da Casa-Mãe e o Santuário de Santa Úrsula Ledóchowska, em  Pniewy, realizou-se a cerimônia, que ...